Cicatrizes podem ser muito incômodas, não é mesmo? Mas existem tratamentos estéticos que suavizam e até eliminam essas marcas, os veja aqui!Cicatrizes podem ser de vários tipos, desde acidentais, até aquelas resultantes de intervenções cirúrgicas. Elas podem ser bem inconvenientes e até constrangedoras em alguns casos. Mas saiba que existe tratamento para isso.

Métodos para remoção e suavização de cicatrizes

Ao se planejar uma cirurgia, uma das grandes preocupações é com as cicatrizes que porventura venham a surgir, já que elas são resultados de algum trauma sofrido pela pele. 

As cicatrizes nada mais são que áreas de tecido fibroso que surgem devido a lesões diretas ocorridas na epiderme.

Você sabia que existem vários tipos de cicatrizes? Não? Então agora você vai conhecer cada uma delas!

Tipos de cicatrizes

As cicatrizes classificam-se em: 

  • Atróficas;
  • Hipertróficas;
  • Normotróficas;
  • Quelóides. 

Cicatriz atrófica

Tipo de cicatriz em que a pele fica mais funda do que o relevo cutâneo em volta. Essa cicatriz é muito comum em ferimentos como cortes e arranhões, acidentes, doenças como a varicela e também em cicatrizes resultantes de acne.

Esta cicatriz em resumo, é o resultado de traumas onde ocorre perda de tecido cutâneo, ocasionando um “buraco” na pele.

Cicatriz hipertrófica

Tais cicatrizes surgem quando o organismo passa a produzir colágenos em excesso, de forma desordenada deixando a cicatriz com uma textura mais elevada. Tende a regredir de forma espontânea.

Cicatriz normotrófica

São aquelas cicatrizes que mantém o aspecto bastante similar da pele ao redor da marca e que são quase imperceptíveis.

Quelóides

Esse tipo de cicatriz cresce muito além dos limites da ferida original. Tem propensão a acontecer em partes específicas do corpo, como: acima das clavículas, no tronco, membros superiores e na face. Essa marca infelizmente não para de crescer, podendo ficar bem grande e visível, tornando-se muito incômoda.

Ela é propensa a ocorrer em pessoas com predisposição genética para a formação de quelóides.

Quando é indicada a cirurgia para remoção de cicatrizes

A cirurgia para remoção de cicatrizes, de forma geral, só é realizada cicatrizes mais graves, visíveis ou que continuam crescendo, ou quando outros tipos de tratamentos para cicatrizes não apresentaram um resultado satisfatório.

Como funcionam as intervenções cirúrgicas para remover cicatrizes

A cirurgia para remoção de cicatrizes sempre deve ser avaliada por um médico, pois ela dependerá do tipo, tamanho, da localização e especialmente gravidade da cicatriz.

O médico cirurgião plástico determinará o procedimento de acordo com as necessidades do paciente, levando em conta seu histórico de saúde e sua capacidade de cicatrização. Em geral, para este procedimento, o cirurgião corta a pele próxima à cicatriz, removendo as aderências abaixo da marca dela e criam uma nova cicatriz o mais discreta possível.

Este procedimento, como quaisquer outras intervenções cirúrgicas, pode requerer alguns exames pré-operatórios., além do jejum de 8 horas.

O tipo de anestesia escolhido irá depender do procedimento que será feito, além do tamanho da cicatriz e do local onde ela está localizada, já que todos estes fatores influenciam na escolha de uma sedação local ou geral.

Em casos de cicatrizes mais leves este procedimento é suficiente, mas para cicatrizes maiores e mais profundas ou escurecidas, pode ser necessário mais de uma intervenção, além de complementar com tratamentos para atenuar ainda mais as cicatrizes, como:

  • pomadas e géis de aplicação tópica
  • uso de placas de silicone
  • luz pulsada
  • laser de CO2;
  • malhas elásticas com ou sem silicone
  • peelings químicos
  • aplicação de infiltração de corticóide intralesional
  • betaterapia
  • toxina botulínica
  • microagulhamento (com ou sem infusão de medicamentos ou PRP)
  • dermoabrasão
  • enxertos de gordura

Recuperação da cirurgia para remoção de cicatrizes 

O resultado começa a aparecer após algumas semanas, mas a cicatrização pode ser lenta, levando meses, até um ano. Por isso durante a recuperação deve-se evitar atividades físicas intensas e exposição do local ao sol.

Mas para que o procedimento seja bem feito, com os resultados que você espera, procure um profissional qualificado e comprometido!  

A Clínica da Dra. Hazel e sua equipe clínica está a sua disposição. Entre em contato hoje mesmo para sua avaliação!