Saiba o que é gluteoplastia e quais são as principais técnicas utilizadas nessa cirurgia plástica.

A cirurgia de gluteoplastia é um dos procedimentos mais procurados pelas brasileiras, mas ainda existem muitos mitos sobre as técnicas utilizadas. Afinal, você sabe como é feita a gluteoplastia?

Para entender melhor o que é gluteoplastia, para quem a cirurgia é indicada e quais resultados podem ser atingidos de acordo com cada técnica, acompanhe este post com a gente!

O que é gluteoplastia?

Antes de entender o processo utilizado na gluteoplastia, vamos entender qual o objetivo da cirurgia. Bom, essa técnica é indicada para quem deseja aumentar ou remodelar o bumbum

O procedimento é bem simples e deve ser acompanhado por um cirurgião especializado, que vai realizar uma avaliação para identificar alterações que podem causar alguma complicação e também decidir qual a melhor opção para você. 

Para se ter uma ideia, o Brasil realiza 40 cirurgias por dia para aumento de bumbum: são mais de 14 mil cirurgias por ano, segundo dados da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica). 

Como é feita a gluteoplastia?

Para realizar a cirurgia de gluteoplastia o cirurgião pode optar por dois tipos principais: a lipoenxertia ou a prótese de silicone para gluteoplastia. Tudo vai depender do resultado desejado pelo paciente e de sua estrutura corporal. 

É muito importante passar pela avaliação médica e escolher a melhor técnica em conjunto com o cirurgião para evitar problemas de saúde no futuro. 

O tempo médio de duração da cirurgia plástica de gluteoplastia é de 3 a 5 horas e normalmente só é preciso um dia de internação. A recuperação também costuma ser bem rápida. 

Técnicas utilizadas na cirurgia de gluteoplastia

Agora que já entendemos melhor todo o processo, vamos entender como são feitas as técnicas de prótese e lipoenxertia na gluteoplastia? Olha só: 

  • Prótese de silicone para gluteoplastia

Nessa técnica, o cirurgião faz dois pequenos cortes na parte superior das nádegas e coloca os implantes de silicone escolhidos pelo paciente. Os formatos da prótese de silicone para gluteoplastia costumam ser redondos ou ovais e o tamanho deve ser escolhido em parceria com o cirurgião para obter o resultado desejado.
As próteses mais modernas são preenchidas com gel de silicone, o que confere maior resistência a pressão e quedas. Essa técnica é indicada para quem tem muita flacidez ou deseja aumentar a região.

  • Lipoenxertia na gluteoplastia

A lipoenxertia na gluteoplastia consiste no enxerto de gordura nos glúteos. Essa gordura é retirada de outra região do corpo do paciente (normalmente pernas ou barriga) por meio de lipoaspiração e depois aplicada nas nádegas. Neste caso, é possível combinar a cirurgia de gluteoplastia com a lipoescultura. A técnica é indicada para remodelação da área. 

  • Técnica combinada

Outra opção é unir as técnicas de prótese e lipoenxertia para realizar a gluteoplastia e obter um melhor resultado. Neste caso, a gordura retirada por lipoaspiração é utilizada para remodelar a região, fazendo um contorno estético, enquanto a prótese será usada para dar mais volume e projeção. 

Após realizar a cirurgia, também é importante tomar os cuidados pós-operatórios indicados pelo médico. Podem ser receitados analgésicos e malha compressiva para aliviar a dor e algumas orientações comuns são evitar sentar, deitar de bruços e evitar muito esforço durante os primeiros dias. 

A recuperação costuma ser bem rápida e, na maioria dos casos, já é possível voltar a rotina após a primeira semana. Mas lembre-se de que cada pessoa se recupera de uma forma, portanto é importante fazer o acompanhamento médico. 

Os resultados começam a aparecer após a segunda semana, quando o inchaço diminui, e a prótese só precisará ser trocada em caso de ruptura ou algum outro problema. 

Outro ponto importante para relembrar é o cuidado com os preenchedores para aumento de glúteos, que não são aprovados pelos órgãos de saúde, como o ácido hialurônico. Sua aplicação só é indicada em pequenas quantidades com o objetivo de reduzir depressões localizadas, melhorando celulites, sequelas de traumas ou cicatrizes, por exemplo. 

Agora que você já conhece o procedimento e suas técnicas, que tal agendar a sua avaliação? Acesse o site da Dra. Hazel e marque uma consulta para ter o bumbum dos seus sonhos agora mesmo!